Redação Digital

Compartilhe e leia diversas redações de temas diversos.
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin
Seja bem vindo ao fórum Redação Digital!

Compartilhe | 
 

 A Guerra Interna dos Jogos da Level Up Games (Old)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Dom Lima
Admin


Mensagens : 11
Data de inscrição : 19/05/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: A Guerra Interna dos Jogos da Level Up Games (Old)   Dom Jun 14, 2009 7:59 pm

Citação :
Título: A Guerra Interna dos Jogos da Level Up Games
Autor(es): Lima
Censura: 10+
Gênero: Comédia
Último capítulo: 30 (Final)
Disclaimer: Este texto é baseado nos universos dos jogos da Level Up Games! e não tem fins lucrativos
OBS: Esse texto foi começado em 6 de Março de 2007 e finalizado em 24 de Maio de 2007

Prólogo

Jovem Corita: Ó! Todo poderoso Deus Decem! Fale-nos o que você deseja que realizaremos a sua vontade.

Um relâmpago atinge o chão, formando uma palavra...

Jovem Corita: V-e-r-m-e-c-i-a...

Enquanto isso, na Acrécia...

Acreciano: Sim! Eu sinto...
Acreciano 2: Sente? O que?
Acreciano: Os Coritas estão indo para Vermecia...
Acreciano 2: Hum... Se eles estão indo para Vermecia é porque tem algo de valioso lá!
Acreciano: Claro! Prepare as naves!

Os Coritas vão para Vermecia enquanto acidentalmente os acrecianos acabam parando em Rune Midgard.

Atirador de Elite: Ahn? O que é aquilo?

Capítulo 1 - Os acrecianos chegam em Rune Midgard

Em Rune-Midgard

Hibiki: Tem certeza?
SweetDie: Tenho... Dava para ver de longe...
Hibiki: Estranho... Eu não percebi nada...
SweetDie: Hum... Não mesmo?

Sweet aponta para cima.

Hibiki: Oh My God!
SweetDie: Pois é… Não sei de onde veio… Mas o pessoal está assustado…

Uma multidão se formava, todos olhavam para cima, uma nave gigantesca se aproximava de Rune Midgard, os habitantes estavam assustados...
Um jovem espadachim andava de bicicleta ali por perto...

Jean: O que é isso?
Hibiki: Uma nave.
Jean: Nave do que?
Rayan: Ora! Dos Acrecianos! Só pode ser eles!

Na nave dos Acrecianos...

Oznek: Há! Chegou a hora de dominar Vermecia!
Acreciano: Tem certeza de que aqui é Vermecia?
Oznek: Ora... Que pergunta besta! É óbvio!

Os acrecianos descem da nave e começam a atirar nas pessoas...

Jean: Corram!
Rayan: Correr!? Que nada! Vamos lutar! Brincadeirinha... Corram!
SweetDie: Hum... Nos somos jovens com 15 anos em média e eles são um exército de dezenas de soldados cheios de metralhadoras...
Hibiki: Corram!

Os jovens fogem.

Oznek: Hum... Vamos tomar o local...

Um tempo depois, em uma casa longe dali...

SweetDie: Hum... Precisamos nos armar...
Rayan: Se eles querem guerra! Terão guerra!

Na casa de Jean...

Jean: É... Tudo está dando como planejado...Mwahahaha!

Capítulo 2 - Confusão em Vermecia

Os Coritas chegam em Vermecia...

Elesis: Ei! Quem são vocês?
Inulucas: Nós somo coritas e viemos em paz.
Lire: Hum... Isso está parecendo meio estranho...
Arme: Vamos levá-los para falar com a Lothos.

Lire, Arme e Elesis levam o Arconde Corita Inulucas para falar com Lothos.

Lire: Senhorita Lothos...
Lothos: Sim...
Arme: Trouxemos esse rapaz que diz ser o líder dos coritas.
Lothos: Ei! O que você faz aqui?
Inulucas: Recebemos um aviso do todo poderoso Deus Decem que dizia que devíamos vir a Vermecia.
Lothos: Bom... Eu sei lá sobre esse tal de Decem, mas sei que não quero intrusos aqui em Vermecia!
Inulucas: Como ousa insultar Decem!

Inulucas começa a se aproximar de Lothos, mas Elesis o segura.

Lothos: Vá embora daqui!
Inulucas: Não vou!
Lothos: Então, Elesis, mate-o!

Inulucas usa uma magia que faz com que as garotas caiam no chão e logo foge.

Lothos: Peguem-no!

Arme, Elesis e Lire saem da sala. Lothos liga para alguem.

Lothos: Alô? Jean?
Jean: Sim...
Lothos: Tudo aconteceu como o planejado...
Jean: Perfeito...

Capítulo 3 – A Guerra começa

Lothos desliga o telefone.

Jean: Ok... Jartex...
Jartex: Sim...
Jean: A Lothos já fez o necessário, ou seja...
Jartex: Elimina-la? Mwahaha... Adoro fazer o serviço sujo...
Jean: Oh, sua anta! Pra que elimina-la logo, se podemos lucrar com isso...
Jartex: Hum... Saquei...
Jean:Ótimo! Viaje para Vermecia agora mesmo.
Jartex: Pode deixar!

Jartex disfarçadamente sai da casa de Jean.
Depois de um tempo, Jean vai se encontrar com seus “amigos”.

Jean: Sweet?
Sweet: Sim...
Jean: Cadê os acrecianos?

Sweet de repente fica com uma cara de surpreso...

Sweet: Atrás... de...você...

Jean se vira e se depara com um acreciano apontando um canhão para ele.

Jean: Não! Por favor... Não... Me... Mate...

De repente Jean tira uma arma do bolso e atira no acreciano, que cai morto.

Sweet: Você anda armado?
Jean: Ora, com os acrecianos em Rune Midgard eu preciso me defender, não é?
Sweet: Ok...

Enquanto isso...

Acreciano: Sr. Oznek! Sr. Oznek!
Oznek: Fale...
Acreciano: Um acreciano foi morto! Morto!
Oznek: O que? O que! Esses caras querem guerra mesmo... Sargento!
Sargento: Sim.
Oznek: Mate todos os habitantes de Rune Midgard que você encontrar pela frente!
Sargento: Sim, senhor!

Em Vermecia...

Kyou: Se esses Coritas pensam que vão invadir Vermecia eles estão muito enganados!
Lilith: Vamos matar todos!

Lilith atira em um corita que vê caminhando em direção ao Shopping.

Snipher: Oras... Por que matou ele?
Lilith: Não faça perguntas ou você morre também!
Lethal: Alguém trouxe rosquinhas?

No quartel general de Lothos...

Lothos: Hum... Ninguém está aqui...

Lothos tranca a porta, após isso puxa um livro de sua grande estante...

Lothos: Perfeito...

Dentro do livro havia um diamante azulado e brilhante...

Lothos: Só espero o momento certo... Logo fugirei com você e enfim viverei a vida que sempre mereci...

Lothos guarda o diamante no livro e esse na estante. Logo segue em direção a porta quando de repente...

Capítulo 4 – O Sequestro de Lothos

Jartex: Olá Lothos...

Jartex segura Lothos e aponta uma arma para sua cabeça.

Lothos: Mas o que isso quer dizer...
Jartex: Seu trabalho pra nós já foi feito e por isso, não nos serve mais pra nada.
Lothos: Você vai me matar?
Jartex: Não agora.

Enquanto isso...

Sweet: Mas enfim... De onde você é mesmo...
Jean: Sou de Morroc...
Sweet: Hum...

Disfarçadamente, Jean pega o celular de Sweet e deixa outro igual em seu lugar.

Jean: Bom, vou dar uma volta por aí...
Sweet: Ok.

Próximo ao centro de Prontera, onde os acrecianos se preparavam... Hibiki e Rayan estavam escondidos e apontando dois arcos com flechas de fogo para os acrecianos.

Hibiki: Ok... Então, quando eu disser já, a gente atira...
Rayan: Pode deixar.
Sargento: Vamos lá! Fiquem atentos! Qualquer movimento brusco, atirem!
Hibiki: Já!

Eles acertam um acreciano, que cai morto...

Sargento: O que foi isso!?

Hibiki cria um campo de defesa em volta de seu corpo e se aproxima do sargento... Que percebe a presença de Hibiki...

Sargento: Ali! Atirem!

Hibiki, sem sofrer o impacto dos tiros, corre em meio aos acrecianos, que acabam por matar uns aos outros...

Na casa de Jean...

Jean pega o celular de Sweet e liga para Elesis.

Jean: Olá...
Elesis: Quem é?
Jean: Sou quem seqüestrou a Lothos...
Elesis: Lothos? Seqüestrada?

Lire se aproxima de Elesis e fala que não estão encontrando Lothos...

Jean: Bom... Você quer sua líder viva?
Elesis: Claro... O que você quer?
Jean: Só dez mil cash...
Elesis: Ok... Onde nos encontramos?
Jean: Você não me encontrará, encontrará meu colega... Jartex...
Elesis: Jartex?
Jean: Sim... Amanhã, as dez horas da noite, próximo a Vila dos Orcs...
Elesis: Ei! Mas isso é em Rune Midgard!
Jean: Exatamente...

Jean desliga o telefone.

Elesis: Idiota... Esse burro não sabe que nós, da Grand Chase, temos tecnológicos rastreadores de celulares...
Arme: Sim...
Lire: Basta descobrir onde ele está e...
Elesis: Mata-lo!

Capítulo 5 – Uma noite, duas mortes

Lilith: Preparem uma nave imediatamente!
Lethal: Sim, senhora!
Kyou: Como ousa chamá-la de senhora!
Lilith: Para a masmorra!
Snipher: Erm... Não estão indo longe demais?
Kyou: Hum...
Lilith: Talvez...
Kyou: Ok... Voltem ao trabalho...

Enquanto isso, na nave dos coritas...

Corita: Senhor Inulucas! Senhor Inulucas!
Inulucas: Sim...
Corita: Os guerreiros de Vermecia estão indo para Rune-Midgard!
Inulucas: Hum... Vamos segui-los...

Em Rune-Midgard...

Jean encontra Rayan, Sweet e Hibiki.

Jean: Olá pessoal!
Sweet, Hibiki e Rayan: Oi.
Jean: Erm… Acidentalmente eu peguei o seu celular ao invés do meu, pode devolver o meu?
Sweet: Claro.

Sweet devolve o celular de Jean e Jean devolve o celular de Sweet.

Hibiki: Essa guerra já está enchendo o saco.
Rayan: Por sorte ela ainda está pequena... A menos que você chegue perto dos acrecianos você fica vivinho.

Eles avistam uma nave chegando...

Hibiki: Ei... O que é isso?
Jean: Oh não! São os guerreiros de Vermecia...
Rayan: E tem uma nave vindo atrás dele... Parece ser...
Sweet: Coritas!
Jean: Melhor cada um ir para a sua casa...
Todos: Tchau!

Todos vão para suas casas, os habitantes de Vermecia descem de sua nave.

Elesis: Vocês fiquem aqui cuidando da nave, eu vou atrás do seqüestrador.

Elesis rastreia o celular do seqüestrador, e cai bem na casa de Sweet.

Elesis: Você vai se arrepender de ter seqüestrado Lothos!

Elesis invade a casa.

Sweet: Ei! Eu não seqüestrei ninguém! O que é isso? Ah!

Elesis crava sua lança no coração de Sweet, que morre na hora.

Elesis: Ok... Agora deixe-me achar Lothos... Lothos! Lothos!

Elesis vasculha a casa inteira e não acha Lothos.

Jartex: Olá minha jovem...

Elesis se vira e vê um rapaz segurando Lothos e apontando uma arma para ela...

Jartex: Cadê os dez mil cash?
Elesis: Aqui...

Elesis entrega-lhe a maleta, e ele larga Lothos.

Jartex: Obrigado pela grana... Meu chefe vai gostar...

Jartex dá um tiro em Lothos e foge.

Elesis: Lothos! Lothos!
Lothos: Elesis... Pegue...o...diam...

Lothos, antes de terminar sua última frase, morre.

Capítulo 6 – Novos capangas

Repórter: Aqui em Rune Midgard, onde Coritas, Acrecianos, GrandChâsianos e Ragnarökenses guerreiam, o caos está total.

Em outros lugares da galáxia LUG...

MaryanaKawaii: Uma guerra... To nessa!
Pedro: Se o meu amor vai, eu vou também!
Kurogane: Se a minha amiga Mary vai, eu vou também!
Black: Se todo mundo vai... Eu não vou ficar aqui sozinha

Em Rune Midgard

Jartex: Aqui está o dinheiro, chefe...
Jean: Perfeito, tome sua parte.

Jean dá 200 cash a Jartex.

Jartex: 200 cash? Só? Mas você tem dez mil!
Jean: Não reclame senão você não fica nem com esses duzentos...

Três homens entram na casa de Jean.

Galford: Viemos aqui por causa do anúncio...
SkelS: É isso mesmo! Basta você pagar bem que a gente faz tudo que o senhor mandar...
Robby: É... Tudo... Até acabar com alguém...
Jean: Perfeito...

Jean abre a maleta.

Galford: Caraca!

SkelS começa a se aproximar da maleta...

Jean: O serviço primeiro...
Jartex: Isso não é justo! Eu acabei com a raça da Lothos e você só me deu 200 cash...
SkelS: Vai chorar, é?
Jean: Sem discussões... Sem discussões...
Robby: Mas então, o que a gente deve fazer?
Jean: A Comandante Lothos guardava um valiosíssimo diamante em Vermecia... Agora que ela está morta e que todos os guerreiros da Grand Chase estão aqui em Rune Midgard, a barra está limpa para vocês procurarem esse diamante.
SkelS: E qual será o pagamento?
Jean: Dois mil cash para cada um...
Jartex: O que?
Galford: Oba!

Enquanto isso...

Sargento: Atirem! Atirem! Matem todos!
Lilith: Vocês mataram Lothos! Merecem morrer!

Lilith pega uma metralhadora e começa a matar vários Ragnarokenses!

Hibiki: Vocês mataram meu amigo Sweet! Merecem morrer!
Inulucas: Eu não matei ninguém!

Uma nave chega a Rune Midgard.

Rocker: Os bellatos não vão ficar fora dessa!

Outra nave chega...

MaryanaKawaii: Nós vamos ganhar essa guerra!
Pedro: É isso aí!
Black: Com certeza!
Kurogane: Matar!

Na casa de Jean...

Jartex: Ei, Robby! Chega mais...
Robby: O que?
Jartex: Você é burro? Aquele diamante deve valer milhões de cash e você vai se contentar em receber dois mil?
Robby: Hum...
Jartex: Se você me ajudar a pegar esse diamante antes do Jean, eu te dou 30% do valor.
Robby: Quero 50!
Jartex: 45%...
Robby: Ok...

Capítulo 7 – Vamos pegar esse diamante!

Enquanto isso, Hibiki espiava Jean e seus capangas...

Hibiki: O que? Então... Eles estão atrás do diamante de Lothos!
Jean: Estranho... Ouvi um barulho...

Jean avista Hibiki e dá um tiro, porém Hibiki foge...

Jean: Robby, Jartex, SkelS, Galford, preparem a nave!
Jartex: Pode deixar, chefe!

Hibiki foge e os vilões embarcam numa nave em direção a Vermecia.

Hibiki: Rayan!
Rayan: O que?
Hibiki: É tudo armação! Jean se fazia de bonzinho mas na verdade estava armando essa guerra para que os guerreiros de Vermecia viessem pra cá e ele pudesse ir lá buscar um diamante de poderes místicos que pertencia a Lothos!
Rayan: Uau... Assim, tão de repente...
Hibiki: Corre! Temos que impedi-los!
Rayan: Então tá...

Hibiki e Rayan vão para Vermecia, mas Lilith os vê...

Lilith: Ei, gente! Eles devem estar indo atacar Vermecia!
Lethal: Corram! Vamos defender a nossa terra!
Snipher: Exatamente!
Kyou: Entrem nessa nave aqui, ninguém está nela...

Todos acabam por ir até Vermecia...

Inulucas: Vamos!
Oznek: Sigam-nos!
Rocker: Corram!
MaryanaKawaii: Oba! Que kawaii... Todo mundo indo pegar um diamante... Vamos lá!
Pedro: É isso aí!
Kurogane: Eu vou também!
Black: Bom... Eu não vou ficar aqui sozinha

Na sala de Lothos...

Jean: Procurem por tudo!

Jartex começa a olhar as gavetas, enquanto Robby procura em meio aos livros e SkelS e Galford olham em estantes da sala.

Robby: Nossa... Quantos livros!

Robby fica pegando os livros e atirando no chão, até que ele atira um e ele se abre...

Jean: Enfim... Meu... diamante...

Jean vai pegar o diamante mas Jartex pega primeiro.

Jean: Me dê o diamante...
Jartex: Claro...

Jartex se aproxima de Jean como se fosse lhe entregar o diamante mas lhe dá um soco na cabeça, Jean cai inconsciente.

SkelS: Ei! O que é isso?
Galford: Traidor...

Hibiki e Rayan entram na sala atirando...

Robby: Ah!

Robby leva um tiro e cai no chão... Os outros chegam...

Lilith: Morram!
Kyou: É!

Jartex sai correndo da sala.

SkelS: Não! É ele que está com o diamante!

Todos vão atrás de Jartex, quando Jean levanta...

Jean: Traidor filho da mãe...

Jean sai correndo atrás de Jartex, e lhe dá um tiro na barriga...

Jartex: Ah!

Jartex deixa o diamante cair no chão.

Todos: Peguem o diamante!

De repente, as luzes se apagam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://redacaodigital.forumeiros.com
Dom Lima
Admin


Mensagens : 11
Data de inscrição : 19/05/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: A Guerra Interna dos Jogos da Level Up Games (Old)   Dom Jun 14, 2009 8:09 pm

Capítulo 8 - O Mistério começa

Enquanto as luzes estão apagadas, todos começam a pular um em cima do outro para pegar o diamante e de repente ouve-se um tiro, os vilões fogem e as luzes se acendem.

Maryana Kawaii: Ah! Um cara morto!
Oznek: Ha! Enfim os acrecianos derrotaram os bellatos.

O corpo que estava no chão era de Rocker, o Arconde Bellato. Todos começam a olhar-se.

Oznek: Fiquem sabendo que quem quer que esteja com esse diamante é melhor me entregar...
Lilith: Como sei se não é você que pegou?
Oznek: Como ousa falar de mim assim!
Kurogane: Calma, gente! Calma! Vocês não percebem?
Black: Percebem o que?
Kurogane: Nós fomos enganados. Jean e seus capangas armaram tudo para que a gente se envolvesse nessa guerra.
Pedro: Você quer dizer que temos que nos unir?
Rayan: Sim! Temos que nos unir se quisermos vencer esse vilão!
Hibiki: Mas também temos que descobrir com quem está esse diamante que vem causanso tantos problemas...

Enquanto isso, num lugar próximo dali...

Jean: Algum de vocês pegou o diamante?
SkelS: Eu não.
Galford: Nem eu.
Jean: Droga!

Numa caverna em Vermecia Robby e Jartex se esconderam.

Jartex: Ah! Minha barriga!
Robby: Eu também levei um tiro e não t reclamando nada...
Jartex: Não enche, Robby! Eu levei um tiro na barriga e você levou um no braço.
Robby: Mas então... Você conseguiu pegar o diamante?
Jartex: Não... E pelo que vi o desgraçado do Jean também não pegou.
Robby: Só pode ter sido Inulucas...
Jartex: Porque?
Robby: Ora... Não foi estranho eles irem para Vermecia "misteriosamente"...
Jartex: Tem razão! Eles devem ter percebido que o Luggin estava em Vermecia e vieram atrás deles!
Robby: Luggin?
Jartex: Deixe que eu te explico...

Capítulo 9 – O Diamante Luggin

Robby: Explique...
Jartex: Há muitos anos atrás, ferreiros de Rune-Midgard uniram diferentes tipos de pedras preciosas para criar um diamante preciosíssimo, eles o denominaram Luggin.
Robby: Interessante...
Jartex: Esse diamante possuia muitos poderes misteriosos, que os ferreiros nunca revelaram exatamente o que eram.
Robby: Continue...
Jartex: Esse diamante misteriosamente sumiu, e eu passei minha vida toda procurando-o. Descobri que o Jean tinha algumas pistas sobre sua localização então me juntei a ele...
Robby: E depois o traiu...
Jartex: Bom, quando o Jean descobriu que o diamante estava com a Lothos, foi só a gente manipular essa guerra para matar a Lothos e distrair os guerreiros da Grand Chase. Como tudo já estava ok, foi só enganar o cara para pegar o diamante.
Robby: Daí você pediu minha ajuda...?
Jartex: Sim... Mas não deu certo como eu esperava... Até hoje eu não sei se fui eu que usei o Jean ou se foi o Jean que me usou...

Dois dias depois, em Rune-Midgard...

Pedro: Falando sério, quem você acha que pegou esse diamante, Mary?
MaryanaKawaii: Sinceramente Pedro, o Hibiki anda meio estranho... Não foi gentileza demais ele nos oferecer sua casa?

Hibiki chega.

Hibiki: Oi, pessoal! Acho bom vocês terem vindo passar um tempo aqui, e que bom que essa guerra acabou, né?
Pedro: Não acabou completamente né...
MaryanaKawaii: É, ainda temos que descobrir essa história do diamante, e temos que ficar atentos, há vários assassinos por aí que estão dispostos a tudo por esse diamante.
Hibiki: Que tal a gente mudar de assunto? Erm... Não quero falar sobre notícias ruins.

Enquanto isso, numa caverna em Vermecia...

Jean: Maldição! Tanto trabalho pra nada! Eu preciso desse diamante!
SkelS: Calma chefia, nós vamos recuperá-lo.
Jean: Só saibam que se algum de vocês tiver pego esse diamante, eu vou descobrir, e vou matar...
Galford: O quê!?
Jean: Vocês entenderam, se algum de vocês resolveu dar uma de engraçadinho como o Jartex e o Robby, é melhor me devolver agora senão...

Capítulo 10 – O caso de Lire

Um mês depois, na casa de Lire...

SkelS: Lire, tem certeza que seus amigos vão voltar tarde?
Lire: Sim... Você é muito preocupado...
SkelS: É que eu tenho medo deles descobrirem que a gente ainda namora.
Lire: Ainda namoramos, mas eu quero que você saia dessa vida de bandido!
SkelS: Não dá, Lire... Não percebe! Se eu falar pro Jean que quero sair fora ele me mata!
Lire: Esse seu patrão é muito chato... Ah, SkelS, porque você tinha que entrar nessa vida?
SkelS: Ah, caramba... Ele mostrou aquela maleta de cash, eu não pude resistir, e o pior é que ele nem me pagou ainda...
Lire: Também né... Você foi um inútil em seu serviço... Não pegou o diamante... Aliás, você não pegou, não é?
SkelS: Bem que eu queria... Mas não, não peguei... E você Lire, por acaso está escondendo algo?
Lire: Deixe de bobagem, SkelS, é lógico que eu não peguei esse diamante...

Enquanto isso, em Rune-Midgard...

Jean: Temos que fazer algo pra achar esse diamante...
Galford: Que tal uma ameaça...?
Jean: Perfeito! Vou sequestrar alguem e pedir o diamante!
Galford: Mas quem?
Jean: Vou sequestrar aquele Pedro, ele temvários amigos que fariam tudo para ver ele vivo.
Galford: Ta... Mas... Quem irá sequestrá-lo?
Jean: O SkelS foi pra Vermecia sei lá por que, o Jartex e o Robby não trabalham mais pra mim, quem você acha que vai fazer o serviço?
Galford: Eu?
Jean: Não, a ovelhinha rosa... É claro que é você!
Galford: Ok, ok...

Robby espionava a conversa de Galford e Jean.

Robby: Então eles vão sequestrar o Pedro... Hum...

Robby pega um celular e liga para Jartex.

Robby: Alô, Jartex, tive uma idéia ótima!

Capítulo 11 – Um plano em ação

Alguns dias depois, no esconderijo de Jean...

Jean: SkelS! Onde estava?
SkelS: Eu... Bom... Eu...
Jean: Desembucha!
SkelS: Ok... Eu falo... Bom, digamos que eu gosto da Lire e eu... Erm... Sou namorado dela...
Jean: O quê? Seu... Seu in... Inteligente!
SkelS: Ahn?
Jean: É... É... Você pode tirar informações dela... Isso! Ótimo! SkelS! Você é um gênio!
SkelS: Sou?
Jean: Lógico! Se ela confia em você, ela pode te dar informações importantes sobre a localização do diamante e sobre o que aqueles metidos a herói vão fazer!
SkelS: Oba! Eu sou um gênio! Aew!
Jean: Bom, mas enfim.. A essa hora o seu colega Galford já deve estar seqüestrando o Pedro...

Enquanto isso Galford observava Pedro comer um sanduíche em casa.

Galford: Só tenho que esperar o momento certo e...

Robby pula a janela e segura Pedro pelo pescoço, botando uma arma em sua cabeça.

Galford: Ei! Quem você pensa que é?
Robby: Só estou fazendo meu serviço...
Galford: Mas eu é que iria seqüestra-lo! Ora.. Seu...
Pedro: Ei! Galford! Você vai deixar assim é? Vai deixar ele se safar dessa?
Galford: Não...

Galford pega sua arma e atira em Robby, que pula e escapa do tiro.

Pedro: Você não vai deixar ele fugir depois de tentar de matar, né?
Robby: Claro que não.

Robby larga Pedro e atira em Galford, mas erra.

Galford: Haha! Você atira feito menina!
Robby: Vamos ver...

Enquanto um tentava atirar no outro, Pedro se escondeu e apreciava o tiroteio.

Galford: Você vai ver!
Robby: Morra!
Galford: Merda... Acabou as balas...
Robby: Eu ainda tenho uma bala, que é suficiente...

Robby mata Galford.

Robby: Agora só tenho que achar aquele Pedro...
Pedro: To aqui.

Pedro dá uma surra em Robby e o amarra.

Pedro: Hehe... Agora vou embora daqui...
Robby: Maldição!
Vulto: Olá Pedro...
Pedro: Ahn... Você? Ah!

Capítulo 12 – Um pedido meio... Difícil...

No esconderijo de Jean...

???: Aqui está ele...
Jean: Há... Sabia que deveria mandar você, mas e o Galford?
???: O bobão morreu...

Pedro estava amarrado e amordaçado...

Pedro: >.< Hummm... Hum.... Huuuumm.... *pensando* Você!? Mas! Como? Ahn? Mas eu pensava que...
Jean: Hehe... Ele parece surpreso...
???: Ele não imaginava que eu trabalhava pra você esse tempo todo, creio... Hehe... Adoro enganar pessoas...
Pedro: *pensa* Justo você...

Jean liga para o celular de Mary.

MaryanaKawaii: Alô...?
Jean: Eu seqüestrei o Pedro...
MaryanaKawaii: O que!?
Jean: É verdade...
MaryanaKawaii: E o que você quer para que o liberte?
Jean: O diamante Luggin.
MaryanaKawaii: O que!? Mas... Ninguém sabe onde ele está e...

Jean já havia desligado.

MaryanaKawaii: Hum... Tive uma idéia...

Mary liga para todos os que estavam no dia do roubo do diamante e os convida para irem a sua casa de noite. Na casa de Mary, ela trancou as portas de um quarto quando todos estavam lá e começou a falar...

MaryanaKawaii: Jean seqüestrou Pedro e pediu o diamante Luggin em troca...
Hibiki: Pobre Pedro...
Rayan: Mas...
Oznek: Como saberemos...
Inulucas: Onde está o diamante...
MaryanaKawaii: Somente a gente estava lá no dia do roubo, algum de nós deve ter pego o diamante...
Kyou: Eu que não fui!
Lilith: Até gostaria de ter pego, mas não peguei...
MaryanaKawaii: E você, senhor Lethal...
Snipher: Eu fiquei de olho nele e ele não fez nada não!
Lethal: Não fiz mesmo...
MaryanaKawaii: Kurogane... Amiga... Fiel... Meio estranho não é?
Kurogane: Eu não fiz nada não!
Black: Ei Mary... Você está acusando o pessoal aqui... Mas e se foi você!?
MaryanaKawaii: O que!?

Mary quebra a taça de suco de uva que estava segurando, após isso, dá um chute na cara de Black, que desmaia.

MaryanaKawaii: Mais alguém me acusa!?
Todos: Não...
MaryanaKawaii: Acho bom... Se não achamos o diamante, vamos para o plano B.
Elesis: Mas o que é o plano B afinal?
MaryanaKawaii: É...

Capítulo 13 – O Resgate de Pedro

MaryanaKawaii: Iremos pegar um diamante falso e enganar o Jean!
Rayan: Não é meio arriscado?
MaryanaKawaii: Com certeza...

No dia da troca, Mary vai até um lugar no meio de uma floresta, bem longe da cidade. SkelS aparece segurando Pedro, que estava amarrado e amordaçado.

SkelS: Me dê o diamante.
MaryanaKawaii: Primeiro ele...
SkelS: O diamante primeiro!
MaryanaKawaii: Primeiro o Pedro!
SkelS: O jeito vai ser fazer ao mesmo tempo...
MaryanaKawaii: Ok...

SkelS tira a mordaça de Pedro e lhe entrega para Mary enquanto ela lhe dá o diamante falso, que estava dentro de uma caixa.

SkelS: Hahaha, enfim consegui isso!

Robby passa correndo e pega o diamante da mão de SkelS, que corre atrás dele enquanto Mary desamarra Pedro e eles fogem.

Jartex: Joga a caixa Robby!

Robby joga a caixa para Jartex, que a abre e percebe que não era o diamante verdadeiro.

Jartex: É falso!!!
SkelS: O que!?

SkelS mira sua arma para Mary, que estava correndo, mas Kurogane aparece de repente.

Mary: Kurogane! Não!!!

Kurogane infelizmente morre.

SkelS: Agora eu te pego!

SkelS atira em Mary e ao mesmo tempo recebe um tiro de Black.

SkelS: Ah!
Pedro: Mary, não!

Pedro pula na frente de Mary e leva o tiro por ela.

MaryanaKawaii: Pedro!
Pedro: Ah... Mary...
MaryanaKawaii: Não, Pedro, não morra!
Pedro: Eu tenho que lhe mostrar uma coisa...

Pedro tira o diamante Luggin de seu bolso e entrega para Mary.

MaryanaKawaii: Pedro! Então você estava com o diamante o tempo todo?
Pedro: Eu só queria uma vida melhor para nós...
MaryanaKawaii: Pedro, pra que se meter nessa confusão...
Pedro: Ah... Cof! Cof! E... Tem um traidor entre nós!
MaryanaKawaii: Como assim??
Pedro: Cof! Cof! Trabalha para o Jean... Cof! Cof! O...
MaryanaKawaii: Quem é esse traidor!?
Pedro: É... o... Cof! Cof!

Pedro morre.

MaryanaKawaii: Não! Pedro! Não! Socorro!

Black chega para ajudar Mary.

Black: O que houve!?
MaryanaKawaii: Ele... Morreu...
Black: E o que é isso na sua mão? É o Diamante Luggin!?
MaryanaKawaii: Sim... E estava com o Pedro esse tempo todo...
Black: Caramba... Quem imaginaria isso ein...
MaryanaKawaii: O que aconteceu om os vilões?
Black: Fugiram, menos o SkelS... Eu dei um tiro nele... Ele está bem ali...

Black aponta para um lugar vazio, onde até pouco SkelS estava deitado

Black: Ah não!

Capítulo 14 – O Detetive Eduriba

2 dias depois, no funeral de Pedro e Kurogane...

Hibiki: É realmente muito triste isso...
MaryanaKawaii: Sim... Snif... O Pedro era um bom homem e a Kurogane uma ótima amiga... Snif...
Hibiki: Sei que está triste e que essa não é uma boa hora mas... Eu sei de alguém que pode nos ajudar a resolver esse caso, a história do traidor...
MaryanaKawaii: Snif... Quem?
Hibiki: É um amigo de infância... O Detetive Eduardo Ribeiro... Costumo chamá-lo de Eduriba...

No dia seguinte, no escritório do Dr. Eduardo...

Hibiki: Ele já deve estar chegando...
MaryanaKawaii: Ok... Snif...

A porta do escritório se abre, um homem alto, magro de cabelos e olhos negros entra na sala. Ele senta em sua cadeira.

Eduriba: Hibiki! Como vai..?
Hibiki: Eu vou bem, mas a minha amiga aqui não. Ela perdeu o namorado e uma amiga...
Eduriba: Hum... Interessante... Pode me explicar essa história desde o começo?
Hibiki: Sim. A alguns meses atrás, muita confusão gerou uma guerra entre diversos lugares do universo LUG, mas essa guerra era o tempo todo manipulada por Jean e seu comparsa Jartex. Acontece que o Jartex traiu o Jean e agora os dois estão em lados diferentes. Eles estão atrás do diamante Luggin e...

O detetive arregala os olhos e faz cara de surpreso.

Eduriba: O... O... Diamante... Luggin!?
Hibiki: Exato.
MaryanaKawaii: Eu estou com ele aqui...

Mary mostra o diamante para Eduriba.

Eduriba: Esse caso me parece muito interessante... Por favor, continue...
Hibiki: Jean havia seqüestrado Pedro e combinou um lugar onde SkelS, um cara que trabalha para ele, iria trocar o garoto pelo diamante. Como não tínhamos o diamante, usamos um falso e tentamos enganar eles. Mas SkelS atirou em Kurogane e Pedro, sempre tentando acertar Mary. Black, uma amiga de Mary, atirou em SkelS. Antes de morrer, Pedro deu a Mary o diamante que o tempo todo estava com ele e disse que havia um traidor entre nós...
Eduriba: Uau! Uma guerra, um diamante e um traidor... Essa história é das boas.
Hibiki: SkelS fugiu pois havíamos nos distraído mas, ontem, eu consegui uma coisa.
MaryanaKawaii: Snif... tem coisa que eu não sei é...? Snif...
Hibiki: Bom, eu achei que como você estava muito triste seria melhor eu não lhe dizer que mandei os guerreiros de Vermecia realizarem uma busca pelos vilões e...

Lethal entra na sala segurando Robby, que estava algemado.

Eduriba: Ei... Quem é esse cara?
Hibiki: Esse é Lethal, um dos mais fortes guerreiros de Vermecia. Ontem ele achou o esconderijo de Jartex e Robby. Jartex consegui fugir, mas Robby não.
Eduriba: Ótimo, vou começar os interrogatórios...
Hibiki: Venha, Mary, vamos deixar o detetive sozinho com o Robby...
Eduriba: Não. Eu quero que fiquem. Quero que vejam o que ele vai falar.
Robby: Eu não vou falar nada!
Eduriba: Ah... Vai sim... Ah se vai...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://redacaodigital.forumeiros.com
Dom Lima
Admin


Mensagens : 11
Data de inscrição : 19/05/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: A Guerra Interna dos Jogos da Level Up Games (Old)   Dom Jun 14, 2009 8:19 pm

Capítulo 15 - A história de Robby

Eduriba pega um cigarro e acende.

MaryanaKawaii: Você fuma!?
Eduriba: Não... Claro que não...

Eduriba vai se aproximando de Robby.

Robby: Ei! Tirem esse louco de perto de mim...
Eduriba: Vai falar?
Robby: Não!

Eduriba enfia o cigarro aceso no ouvido de Robby.

Robby: Ah!!!
Eduriba: Fale-me de você... Como foi trabalhar para Jartex?
Robby: Não vou dizer nada desgraçado!

Robby cospe na cara de Eduriba. Eduriba limpa o rosto e enfia com toda força o cigarro pra dentro do ouvido de Robby. Mary e Hibiki ficam surpresos com o método de Eduriba, mas não falam nada.

Robby: Ah!!! Ah!!! Eu falo!!! Falo tudo!!!
Eduriba: Ok... Conte-me a sua historia...
Robby: Meus pais eram ladrões que foram presos e morreram na cadeia, eu era... Erm...
Eduriba: O que?

Eduriba fala mostrando o cigarro aceso.

Robby: Florista... Eu era florista... Sabe, trabalhar em floricultura não dá muito dinheiro, então.. Eu vi um anúncio na Folha de Canaban... "Procura-se capanga. Pago bem"...
Eduriba: E então você foi trabalhar pro Jean..?
Robby: Sim. Jean me mostrou uma maleta de cash e eu não pude resistir... Porém o Jartex me disse que eu ganharia bem mais se trabalhasse pra ele então... É isso...
Eduriba: É isso coisíssima nenhuma...O que você estava fazendo no dia do assassinato de Pedro..?
Robby: Jartex tinha me mandado pegar o diamante e dar pra ele... Foi o que eu fiz... Somente isso, não matei nem machuquei ninguém, assim que percebi que o SkelS havia levado um tiro, me mandei.
Eduriba: Hum... É mesmo... SkelS levou um tiro de Black... Quero falar com essa Black...

O vidro da janela da sala se quebra, Jartex entra com uma arma.

Jartex: Morram!!!

Jartex atira em Eduriba.

Eduriba: Ah!

Hibiki dá um chute na mão de Jartex, que deixa cair a arma.

Hibiki: Jartex... Agora que está desarmado... Vamos ver se é melhor que eu no corpo a corpo...
Jartex: Haha! Eu sou faixa preta em karatê!
Hibiki: Pois eu... Sou professor...

Jartex dá um chute em Hibiki, que se defende.

Hibiki: Acho que teremos uma boa luta aqui...
Jartex: Podes crer!

Capítulo 16 – A Batalha dos Aflitos

Robby viu que Eduriba havia desmaiado e estava tentando pegar as chaves de seu bolso quando Mary lhe deu um chute...

Robby: Ah!
MaryanaKawaii: Você está muito enganado se acha que vai escapar...
Robby: Mas eu vou sim...

Robby dá um chute em Mary. Enquanto isso Jartex derruba Hibiki...

Hibiki: Ah!

Jartex pega uma faca e vai em direção ao coração de Hibiki, mas Hibiki segura a faca com as mãos...

Jartex: Desista!
Hibiki: Nunca!

Hibiki segura a faca e dá um chute em Jartex, que acaba largando a faca... Enquanto isso Mary estava desmaiada por causa do chute de Robby em sua cabeça e Robby tirava suas algemas com a chave de Eduriba...

Robby: Ah... Enfim tirei essas algemas...
Hibiki: E agora... Eu estou com uma faca... E você não está com nada...

Jartex vai indo para trás enquanto Robby chega próximo de Hibiki com uma espada, que ele havia pego no armário de Eduriba.

Robby: Ah!!!

Hibiki bloqueia a espada de Robby com sua faca enquanto Eduriba vai aos poucos acordando...

Jartex: E agora Hibiki... Somos dois contra um...
Robby: Hehe... Exata... Ah!!!

Robby cai no chão, ele havia levado um tiro de Eduriba, que já estava de pé. Mary começava a se levantar agora...

Eduriba: E então Jartex... São dois contra um agora...
MaryanaKawaii: Você quer dizer três...

Jartex percebe que a coisa estava difícil, seu companheiro Robby estava morto no chão e havia uma arma e uma faca apontadas para sua cabeça.

Jartex: Ok... Eu me rendo...
Eduriba: Que bom... Eu não estava muito afim de te matar mesmo... Afinal, você tem muita coisa que falar ainda...

Hibiki coloca as algemas em Jartex.

Jartex: Hahaha... Falar..? Hahaha... Me matem então, minha boca é um túmulo...

Eduriba acende seu cigarro...

Eduriba: Quem disse que eu iria matá-lo?
Jartex: O que você vai fazer com isso?
Hibiki: Se eu fosse você... Eu falava tudo... Hehe...
Eduriba: Hibiki, faça-me o favor de levá-lo para uma cela aqui na delegacia... E... Mary... Gostaria que comunicasse à sua amiga Black para ela vir aqui... Estou pensando em uma coisa...
Hibiki: Ok.
MaryanaKawaii: Ok, vou ligar pra ela agora mesmo...

Capítulo 17 - SkelS: Um assassino, um mercenário, ou um herói camuflado?

Depois de um tempo, Black chega na delegacia e se senta na cadeira localizada a frente da mesa do detetive, onde ficava posicionada diretamente a Eduriba.

Eduriba: Então, senhorita Black, você atirou em...

O detetive faz uma cara de esquecimento, ele estava tão fascinado com aquela história de tantos coadjuvantes que havia esquecido o nome de muitos.

Black: SkelS, o comparsa de Jean.
Eduriba: Você atirou nele quando percebeu que ele iria atirar em sua amiga ou antes disso você já tinha a intenção?
Black: Eu sei que isso é meio estranho mas... Aquele tiro que matou Pedro, não saiu de sua arma...

O detetive acabava de fazer uma cara de surpreso, aquele caso realmente o intrigava, e a cada conversa que ele tinha com os envolvidos ele ficava mais tenso e com vontade de resolver o caso.

Eduriba: Continue...
Black: O tiro veio de trás de uma árvore e atingiu o pobre Pedro, assim que percebi que SkelS me viu, dei um tiro em sua perna, que lhe fez cair. Imediatamente fui a procura de Pedro, mas já era tarde demais.
Eduriba: Quer dizer que não é SkelS o verdadeiro assassino?
Black: Sabe, detetive, eu creio que SkelS não seja um homem do crime, um assassino, para mim ele só é alguém que não tem onde cair morto e que arranja dinheiro fazendo esse tipo de serviço.
Eduriba: Está me dizendo que ele é apenas um mercenário...
Black: Exato.

Eduriba abriu uma gaveta em sua mesa e pegou uma caderneta e uma caneta e anotou algumas coisas.

MaryanaKawaii: O que é isso, senhor?
Eduriba: É apenas o meu bloco de notas sobre o caso, aqui eu anoto algumas coisas que poderão ser de utilidade no futuro. E Black, você não tem mais nada a dizer?
Black: Não senhor.
Eduriba: Então, está dispensada. Hibiki, pode avisar para um guarda trazer o Jartex aqui?
Hibiki: Claro.

Enquanto isso, na casa de Lire, SkelS entra pela porta correndo.

SkelS: Lire, eu preciso da sua ajuda!
Lire: Como assim?
SkelS: Lire, eu quero sair dessa vida do crime! Não agüento mais!
Lire: Agora também fica complicado, afinal, você é um assassino!
SkelS: Não! Eu não matei Pedro, e não atirei na Kurogane de propósito!
Lire: Explique -se melhor...
SkelS: O tiro que matou Pedro não veio da minha arma, quanto a Kurogane, eu não iria atirar na Mary quando ela apareceu na minha frente, eu iria atirar numa pessoa que eu vi escondida no meio das árvores, o traidor!
Lire: Como assim?
SkelS: Já faz um tempo que eu ando investigando o Jean secretamente para ajudar vocês. Eu reparei que o traidor costuma usar um chapéu preto escuro e alto, parecido com uma cartola, pois eu já ouvi o Jean falar com alguém no telefone sobre seqüestrar o Pedro, e o Jean comentou “Você esqueceu seu chapéu aqui”...
Lire: E você viu essa pessoa com esse chapéu?
SkelS: Sim! Imediatamente eu atirei nele, mas Kurogane pulou na minha frente. Depois disso eu iria atirar nele de novo quando percebi que ele atirou em Pedro e eu havia recebido um tiro na perna.
Lire: E daí você fugiu?
SkelS: Depois que eu tentei matar o traidor, ele deve ter contado ao Jean isso e eu estaria ferrado! Então me escondi no meio da floresta e depois vim pra cá...
Lire: Minha nossa! O detetive precisa saber disso!

Capítulo 18 – Jartex, o assassino

Jartex etra, algemado, na sala de Eduriba. Ele olha torto para todos da sala e suór escorre do seu rosto.

Jartex: Que que vocês querem?

Jartex fala, olhando fixamente para o diamante que ele sonhava possuir a anos.

Eduriba: Queremos que você nos diga porque foi trabalhar para o Jean, porque o traiu e o que você estava fazendo no dia do assassinato de Pedro.
Jartex: Eu sempre quis aquele diamante, quando era criança, assistia todo o programa que falava a respeito dele, quando adolescente, comecei a procurá-lo. Até que por acaso encontrei Jean, um cara bem mais jovem que eu, mas que possuía tecnologia suficiente para encontrar o diamante.
Eduriba: Então Jean não encontrou você, você o encontrou.
Jartex: Sim, Jean possuía a tecnologia e eu a força, eu fazia todo o trabalho sujo para ele. Matar, seqüestrar e matar...
Eduriba: Você é um assassino de aluguel...

O detetive ficou com os olhos arregalados, o modo como Jartex falava de sua vida realmente o deixava intrigado e surpreso.

Jartex: Não, eu não mato por dinheiro, eu mato por prazer.

Hibiki e Mary arregalavam mais ainda os olhos, eles realmente estavam com medo.

Eduriba: Estou pasmo com sua história, continue... E lembre-se, logo seu julgamento chegará.
Jartex: Eu sempre apenas usei o Jean, quando a localização do diamante já havia sido descoberta, foi só chamar alguém pra me ajudar e...
Eduriba: Traí-lo. É Jartex, você realmente é muito pior que um vilão, você é louco.

Jartex riu ao ouvir o que o detetive dissera... Todos sempre o chamavam de louco, afinal, alguém que passara a vida inteira preocupado com um diamante não seria nada mais que um louco.

Jartex: Não, detetive. Eu não sou louco. Você tem idéia do que o diamante Luggin é capaz de fazer?
Eduriba: Sim, na verdade, eu tenho. Mas deixemos esse assunto pra depois. Por favor, Jartex, fale onde você estava no dia do assassinato do crime.
Jartex: Eu estava lá, na floresta. Assim que Robby pegou a caixa com o diamante falso, ele jogou pra mim. Quando vi que a coisa tava começando a complicar e ouvi os tiros, eu e ele nos mandamos.
Eduriba: Jartex, isso é suficiente. Hibiki, pode por favor chamar um guarda para levá-lo a sua cela?

Hibiki abre a porta e chama um guarda que chega e leva Jartex da sala.

Eduriba: Pois é, esse aí é um assassino mesmo. Preciso falar com os arcondes Corita e Acreciano, pois eles tiveram grande participação na guerra e me parecem muito suspeitos.

De repente, a porta da sala se abre, atrás dela estão SkelS e Lire.

Lire: Detetive! Temos algo muito importante para falar.
Hibiki: Prendam esse homem! Ele trabalha para o Jean!
Lire: Não! Não! Ele não trabalha não, a verdade é que SkelS só estava camuflado e sabe muita coisa que pode nos ajudar!
Eduriba: Por segurança...

Eduriba vai se aproximando de SkelS com uma mão atrás das costas.

Eduriba: Melhor algemá-lo!

Eduriba imediatamente mostra um par de algemas e prende SkelS.

SkelS: Ei! O que é isso!?
Eduriba: Precaução...

SkelS estava furioso por estar com seus braços presos entra aquelas duas argolinhas, ele olhava com um olhar de raiva para o detetive.

Lire: Acalme-se, amor.

Amor. Ao ouvir aquela palavra, todos da sala olharam para Lire e SkelS, arregalaram os olhos e, vagarosamente, falaram...

Hibiki: Amor?
Lire: Erm... Eu...
MaryanaKawaii: Vocês... São namorados?
SkelS: Na verdade, eu e Lire namorávamos a meses, muito antes de eu me infiltrar com o Jean. Dei uma desculpa esfarrapada a ela quando ela viu que eu havia começado a trabalhar pra ele mas na verdade eu só estava investigando-o.
Eduriba: Vou adorar saber de toda essa história... Em todos os detalhes.
SkelS: E eu vou adorar contá-la a você.

Capítulo 19 – A História de SkelS

SkelS sentou-se na cadeira que fica a frente da mesa do Sr. Eduardo.

SkelS: Eu sempre vivi em Vermecia, era uma pessoa que não tinha hábito de sair de casa. Quando fui demitido do meu emprego de faxineiro...
Lire: Faxineiro? Dessa eu não sabia...
SkelS: Pois é... Eu fui demitido e então vi na televisão que estavam organizando um grupo chamado Grand Chase para lutar contra Cazeaje, eu me alistei, fiz os testes e lá conheci Lire.
Eduriba: Então você é da Grand Chase?
SkelS: Correto, fiz várias missões para a Grand Chase, a minha vida havia mudado completamente. Até que um dia fui chamado para realizar uma investigação sobre a Lothos, que estava agindo estranho. Grampeei suas ligações telefônicas e descobri que ela estava relacionada a alguém muito poderoso, chamado Jean .
Eduriba: Então você se infiltrou com ele?
SkelS: Sim, fingi trabalhar pra ele e fui acompanhando tudo, sempre passando todas as minhas informações para a guerreira Lilith.
Hibiki: O que? A Lilith também está nessa história?
SkelS: Sim, ela era a única que sabia disso fora eu e o comandante. A missão era totalmente sigilosa, portanto ninguém poderia saber de nada, nem mesmo a Lire.
Eduriba: E como você explica ter matado Kurogane e Pedro?
SkelS: Eu em nenhum momento tive a intenção de matar a Mary. Eu iria atirar no traidor quando Kurogane pulou na frente. Já o tiro no Pedro não fui eu. Foi o traidor.
Eduriba: Está me dizendo que não matou Pedro e Kurogane morreu devido a um acidente?
SkelS: Exato.
Eduriba: Isso explica muita coisa...

Novamente o detetive Eduriba pega sua caderneta e anota algumas coisas.

SkelS: E, tem mais uma coisa que eu devo falar.
Eduriba: Fale...
SkelS: Bom... Erm... A verdade é que o tempo todo tinha outras duas pessoas que trabalhavam camufladas para o Jean.
Hibiki: E quem são?
SkelS: Elesis e Arme.
Eduriba: Como assim?
SkelS: Assim que já era de confiança de Jean, comecei e fiscalizar um pouco seus negócios, ouvir suas ligações, até que um dia descobri que Elesis e Arme também trabalhavam para ele, e também o traidor.
Eduriba: Hum... Você conseguiu alguma pista sobre o Traidor?
SkelS: Não consegui reparar em nada. Já ouvi conversas dele com o Jean mas ele usa desfarçador de voz. Está o tempo todo coberto de jaquetas enormes e usa uma máscara. Não posso nem dizer se é homem ou mulher.
Eduriba: Esse cara é um profissional... Obrigado pela ajuda SkelS.

O detetive levanta-se da sua cadeira e vai em direção a porta. Hibiki, Mary, SkelS e Lire levantam-se também.

Eduriba: Por hoje é só... Vou examinar isso mais detalhadamente. E, Hibiki, Mary, vocês podem vir aqui às oito horas amanhã?
Hibiki: Claro.
MaryanaKawaii: Pode deixar.

Mary, Lire, SkelS e Hibiki vão para suas casas. O detetive chama um guarda para a sua sala.

Eduriba: Por favor, providencie pra mim um mandato de prisão para Elesis e Arme e faça com que Inulucas e Oznek estejam aqui amanhã as oito horas.
Guarda: Pode deixar, senhor.

O detetive coloca seu chapéu, veste sua jaqueta, coloca sua caderneta e seu material em sua maleta e vai pra casa pensar mais sobre o caso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://redacaodigital.forumeiros.com
Dom Lima
Admin


Mensagens : 11
Data de inscrição : 19/05/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: A Guerra Interna dos Jogos da Level Up Games (Old)   Dom Jun 14, 2009 8:19 pm

Capítulo 20 – Uma notícia surpreendente

No dia seguinte, as oito horas, Hibiki e Mary chegam no escritório de Eduriba. Eduriba puxa-os para dentro do escritório e fecha a porta. Ele estava suando e com uma cara de preocupado e, ao mesmo tempo, assustado.

Eduriba: Vocês leram os jornais!?
Hibiki: Não... O que aconteceu?

Eduriba imediatamente abre um jornal e dá para Hibiki ler. Na primeira página estava a seguinte notícia: “Morreu ontem o jovem Jean Silva Omega. Seu corpo foi encontrado boiando no rio de Rune Midgard. Junto dele estava um chapéu preto parecido com uma cartola e uma jaqueta de couro preta que acredita-se ser do assassino”.

MaryanaKawaii: O que é isso!? Uma piada!?
Eduriba: Na verdade, não.
Hibiki: Mas... Como!? Jean era o grande vilão dessa história! Quem o mataria!?
MaryanaKawaii: Talvez Jean não fosse o verdadeiro vilão...
Eduriba: Eu desconfio que tem alguém muito mais poderoso por trás de tudo...

Hibiki lembrou que o detetive possuía um chapéu preto que lembrava uma cartola e uma jaqueta de couro preta, então imediatamente olhou pra seu cabideiro que estava vazio.

Hibiki: O... Traidor...

Oznek e Inulucas entram na sala, o detetive pede para eles se sentarem, eles se sentam e enquanto Eduriba conversava com eles Hibiki não tirava os olhos do detetive que era seu amigo a tantos anos e que ele tinha um certo pensamento de que ele era o traidor...

Eduriba: Quero saber como vocês se tornaram arcondes e qual é o envolvimento de vocês na história.
Inulucas: Eu nasci corita, sempre fui fiel a igreja e ao deus Decem, me tornei noviço, o que era de vontade da minha família, fui crescendo, virei sacerdote, foi quando entrei na política.
Eduriba: Política?
Inulucas: Eu queria o melhor para meu país, então queria ser um arconde, comecei de baixo, fui conquistando o povo e me tornei arconde corita. Fui para Vermecia quando recebi um sinal do deus Decem... Lá briguei com Lothos e os guerreiros de Vermecia estavam atrás de mim.
Eduriba: E você, Oznek?
Oznek: Minha história é bem diferente. Meus pais eram assassinos de aluguel, até que um matou o outro numa briga de casal.
MaryanaKawaii: Nossa... Que casal feliz...
Oznek: Eu que o diga... Fui criado por meu tio, e fiz aulas de artes marciais para aprender a me defender. Depois de um tempo eu já era muito conhecido e resolvi me candidatar. Adivinha, eu ganhei... Quando percebi que os coritas estavam indo para Vermecia, pensei que tivesse algo de valioso lá, fui atrás deles mas por um problema no meu GPS Espacial acabei chegando em Rune-Midgard...
Eduriba: Problema no GPS?
Oznek: Até hoje eu acho que alguém sabotou o GPS...
Eduriba: Hum... Mas afinal, onde vocês estavam na hora do crime?
Inulucas: Eu estava em minha casa temporária em Rune Midgard...
Oznek: Eu estava na loja de Rune Midgard comprando alguns itens...
Eduriba: Ok, vocês estão liberados, Hibiki, você pode chamar a Lilith por favor?
Hibiki: Claro...

Enquanto Hibiki liga para Lilith, Oznek e Inunlucas saem da sala e o detetive pega sua caderneta novamente e faz mais algumas anotações. Hibiki estava realmente desconfiando do detetive, mas talvez sua conclusão fosse precipitada demais.

Eduriba: Eu estou trabalhando nesse caso por eliminação... Conforme eu entrevisto os envolvidos, vou eliminando aqueles que eu sei que não são o traidor...

Alguns minutos depois, Lilith chega na sala do detetive.

Lilith: Quer falar comigo, senhor?
Eduriba: Sim, quero saber toda a sua história.

Capítulo 21 - A misteriosa Lilith

No esconderijo dos vilões...

Elesis: Mas porque você matou o Jean!?
???: Ele estava se achando muito... Pensando que era ele que mandava no negócio...
Arme: E agora, o que pretende fazer?
???: Vamos nos preparar para o Duelo Final...
Elesis: Duelo Final?
???: Em breve o poder do diamante Luggin será meu... Mas muitas pessoas estarão lá para ajudar a Mary e o Hibiki, temos que preparar um exército forte para lutar contra eles.
Arme: E quem você vai chamar?
???: Conheço uma pessoa perfeita...

Enquanto isso, no escritório do detetive, Lilith tinha recém chego...

Eduriba: Sente-se Lilith.

Eduriba falava apontando para a cadeira.

Lilith: O que quer saber, Edu?
Eduriba: Me fale sobre a sua vida, seus segredos... Tem algum?
Lilith: Erm... Na verdade... Poucos sabem mas eu...

Ventos começam a passar pela sala... As canetas começam a voar, a boca de Lilith se abre e começa a falar, sem que ela mecha os lábios.

Lilith: Vocês precisam de ajuda!!!
Hibiki: Ah meu deus!!!
Lilith: A batalha final está próxima, e vocês tem que se preparar para ela!!!

Eduriba, Mary e Hibiki estavam praticamente mudos de tão assustados, de repente, os ventos param e Lilith volta ao normal.

Lilith: Ah... Eu queria dizer que... Eu me comunico com espíritos...
Eduriba: Isso dá medo...
Hibiki: Eu não me assustei tanto não...

As calças de Hibiki estavam molhadas.

Eduriba: É... Percebi... Mas, Lilith... Fale-me sua história agora...
Lilith: Meus pais tinham bons empregos na indústria de Vermecia, nossa família era uma família normal de classe média, mas... Desde pequena, eu me comunicava com os espíritos...
Eduriba: Interessante...
Lilith: Com o tempo fui crescendo... E conseguia me controlar.
Hibiki: Se controlar? Você viu o que acabou de acontecer?
Lilith: Isso foi realmente muito estranho, creio que esse espírito está muito preocupado com algo...

Mary desfarçava seu choro com um lenço no rosto... Ela sabia de quem era aquela voz...

MaryanaKawaii: É... O Pedro...
Lilith: Creio que Pedro quer nos avisar que a pessoa que o matou vira atrás de nós, e com todas as forças...

Hibiki olhou para o detetive, ele tinha praticamente certeza de que ele era o verdadeiro vilão daquela história toda, de repente, um guarda entra na sala.

Guarda: Sr. Eduardo! Sr. Eduardo! Um preso escapou!!!
Eduriba: Quem é?
Guarda: Peraí... Erm... Jalez, Jalex, Jaex...
Eduriba: Jartex!?
Guarda: Esse mesmo...
Eduriba: Saco! Temos que tomar alguma providência!

O telefone toca, Eduriba atende.

Eduriba: Alô?
???: Olá... Como vai?

Capítulo 22 - Vamos nos preparar!

Eduriba: Quem fala?
???: Hahaha... Pensa que sou burro?
Eduriba: Não penso, você é. Acabou de dizer “Pensa que sou burro?”, ou seja, você é homem.
???: Espertinho você... Deveria ter te matado já há muito tempo.
Eduriba: É... Cometeu um grande erro não fazendo isso.
???: Vamos ao que interessa... Eu quero o diamante!
Eduriba: Ok, mas não vai ter.
???: Ai ai... Eu estou com o Jartex aqui, sabia?
Eduriba: Ah... Você vai chamar seu amiguxo?
???: Amigo? Nós somos apenas sócios, sócios assassinos.
Eduriba: Não quis dizer sócias?
???: Grrr... Você será o primeiro a morrer, sabia?
Eduriba: Ai que meda...
???: Enfim, eu liguei para dizer que estou preparando um grande exército e junto comigo está o grande assassino Jartex, pronto para te matar.
Eduriba: E como ele vai fazer isso? Cantando uma música emo?

Enquanto Eduriba provocava ao máximo o traidor, Hibiki e Mary ficavam pensando o que aquele detetive louco estava fazendo.

???: Vamos ver, então... Amanhã a tarde, próximo ao precipício de Asgard.
Eduriba: Estarei lá, espero que você compareça também, seria meio chato não ter ninguém para matar.
???: Vamos ver então.

O traidor desliga o telefone.

Lilith: Você é louco!
Eduriba: Se eu não fosse isso não daria certo.
MaryanaKawaii: Onde iremos arrumar equipamentos para a batalha?
Eduriba: Eu conheço uma loja de máquinas que vende ótimos produtos por um preço acessível.
Hibiki: Então vamos pra lá.

No esconderijo dos vilões...

???: Jartex, quero que mate esse cara da maneira mais sofrida possível.
Jartex: Pode deixar.
Elesis: Mas, chefe, onde conseguiremos os equipamentos necessários?
???: Eu conheço uma loja de máquinas que vende ótimos produtos por um preço acessível.
Arme: Então tá.

Enquanto isso, a pedido de Eduriba, Mary, Hibiki e Lilith realizavam uma espécie de palestra onde compareciam todos os guerreiros do universo LUG que já estavam livres de suspeitas.

MaryanaKawaii: Jean, o assassino de muitos, foi morto, como a maioria daqui já sabe. A verdade é que quem o matou é o verdadeiro vilão dessa história. Existe alguém, que sempre viveu entre nós, que é um grande assassino.
Lilith: O Duelo Final está chegando e Jartex, Elesis, Arme, o traidor e um exército de vilões lutarão contra nós, guerreiros do universo LUG, pelo poder do diamante Luggin.
Hibiki: A batalha será no precipício de Asgard, um local perigosíssimo, muitos poderão morrer, mas será um sacrifício pelo bem do universo!
MaryanaKawaii: Quem está conosco?
Lethal: Eu!
Inulucas: Eu!
SkelS: Eu!
Oznek: Eu!
Rayan: Eu!
Snipher: Eu!
Kyou: Eu!
Black: Eu!

No esconderijo dos vilões, o traidor havia saído para comprar os equipamentos necessários enquanto Jartex contratava alguns vilões para ajudá-los.

Jartex: Alô.
Bafomé: Quem fala?

Capítulo 23 – Recrutando vilões e comprando equipamentos

Jartex: Aqui é Jartex, ouça, você está afim de participar de uma batalha contra os guerreiros do universo LUG pelo poder do Diamante Luggin?
Bafomé: Erm... Ok...
Jartex: Amanhã a tarde no precipício de Asgard.
Bafomé: Estarei lá.

Bafomé desliga o telefone, Jartex continua ligando para alguns vilões enquanto o traidor foi em uma loja comprar os equipamentos.

???: Hum, que metralhadora legal... E é barata.

O traidor percebe o detetive entrando na loja e se esconde atrás de uma prateleira, Eduriba se aproxima de uma prateleira próxima a ele.

Eduriba: Hum... Granadas...

No esconderijo dos vilões...

Jartex: Senhora Cazeaje...
Cazeaje: Sim...
Jartex: Você está afim de lutar contra os guerreiros do universo LUG pelo poder do diamante Luggin amanhã a tarde no precipício de Asgard?
Cazeaje: Podes crer, vou chamar o pessoal.

Voltando a loja... O traidor ficava se escondendo de Eduriba e tentando achar um jeito de sair da loja sem ser notado.

Eduriba: Espada de duas mãos... Hum... Interessante...

Eduriba se distrai olhando as espadas e nem percebe o traidor logo correndo em direção a porta da loja, enquanto isso, Jartex chamava mais gente.

Jartex: Então, você vai conseguir um exército de quantos?
Sargento Poring: 100 soldados porings, 50 poporings e 10 angelings.
Jartex: Ótimo.

Os guerreiros do universo LUG estavam preparando uma estratégia para lutarem com aquele poderoso exército.

MaryanaKawaii: Asgard é uma cidade próxima de um precipício de cerca de 4.000 metros de altura, se alguém cair de lá de cima, é morte certa.
Hibiki: Então é melhor tomarmos cuidado.
Lilith: Mas se nós empurrarmos algum vilão... Mwahaha...
SkelS: Exato, se empurrarmos os vilões lá de cima, é morte certa.
MaryanaKawaii: Ok, então nossa estratégia é não cair e empurrar os vilões.
Hibiki: Daqui a pouco Eduriba voltará com os equipamentos.

No esconderijo dos vilões...

Jartex: O Serial Killer está disponível?
Secretária: Um momento...
Jartex: Ai ai... Ultimamente estes vilões andam tão ocupados.
Secretária: Sim, ele está, amanhã as 15 horas está bom?
Jartex: Ok, lembre-se, Precipício de Asgard.

Enquanto isso, na loja de equipamentos...

Eduriba: É melhor eu pegar umas flashbangs...

Eduriba avista o traidor fugindo.

Eduriba: Como eu suspeitava... Parado aí!
???: Ah não!!!

O detetive pega sua arma.

Eduriba: Parado ou eu atiro!

O traidor taca uma flashbang em Eduriba, que fica sem ver nada...[/o]

Eduriba: Cof... Cof... Volta aqui!!! Cof...

Quando o detetive começa a ver novamente, o traidor já tinha desaparecido, e ainda por cima, roubado muitos equipamentos da loja.

Capítulo 24 – Uma grande revelação

Eduriba volta correndo para o quartel general onde os guerreiros se preparavam, ele entra rapidamente pela porta, suando.

Eduriba: Eu descobri!
Hibiki: Descobriu o que?
Eduriba: A identidade do traidor!
Hibiki: Fala logo!
Eduriba: É o...

Enquanto isso, no esconderijo dos vilões...

Elesis: Ele viu você?
???: Sim, viu...
Arme: Que saco... A surpresa seria tão legal...
???: Aff... O que importa é que nós temos que nos preparar logo... Jartex, recrutou alguns vilões?
Jartex: Sim, Sweet...
Sweet: Ótimo... Já é noite, vamos nos equipar e treinar bastante para acabarmos com eles amanhã...

Voltando ao QG...

Hibiki: Ainda não entendo... O Sweet havia morrido!
Eduriba: Simples. Sweet, Elesis, Jartex e Jean haviam planejado tudo. O fato de Elesis parecer ser enganada e Sweet parecer ter morrido, os livraria de qualquer suspeita futura e eles poderiam ficar trabalhando camuflados.
Hibiki: Mas... Eu e Sweet éramos grandes amigos!
Eduriba: Eu havia pesquisado e descoberto que Jean, Sweet e Jartex haviam sidos sócios em uma empresa, a Grand Chase. Eles controlavam Lothos, Elesis e Arme, mas Lire era muito esperta e com certeza se recusaria a passar para o lado do mau, então ela não sabia de nada.
Hibiki: Nossa... Tudo está ficando mais claro agora...
Eduriba: Sweet, Jean e Jartex chamaram Elesis para fazerem uma grande armação e se livrar de suspeitas, visto que já estavam desconfiando de Jean e Jartex.
Hibiki: E eu pensei que ele fosse meu amigo...
Eduriba: Pois é, Sweet enganou a todos nós, com o objetivo de conseguir o diamante Luggin. Foi ele que seqüestrou Pedro, foi ele que matou Pedro, foi nele que SkelS iria atirar, foi ele que me ligou e marcou a grande batalha de amanhã.
Hibiki: É... Sweet é realmente um assassino. Merece pagar pelos crimes que cometeu.
Eduriba: Quando Sweet percebeu que Jean estava se achando muito e querendo ficar com uma parte muito grande do diamante, ele matou o próprio sócio, e foi ele que aconselhou Jartex a ajudá-lo traindo Jean, sem falar de que se ele conseguir o diamante, o próximo a dançar será o Jartex, porque ele com certeza não vai querer dividir o poder do Luggin.
Hibiki: A verdade é que Sweet não é um traidor... Ele sempre foi um assassino.
Eduriba: Vamos explicar para os outros e começar logo a treinar.

Durante a noite, Eduriba e Hibiki explicam a história para os guerreiros e eles treinam muito. No dia seguinte, as 14:00, os guerreiros estão chegando com equipamentos, armas de fogo, arcos, espadas e equipamentos de feitiçaria em Asgard. O lugar parece vazio, mas os vilões estão escondidos e pretendem pegar os guerreiros de surpresa.

Hibiki: Atenção, pessoal, eles devem estar escondidos em algum lugar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://redacaodigital.forumeiros.com
Dom Lima
Admin


Mensagens : 11
Data de inscrição : 19/05/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: A Guerra Interna dos Jogos da Level Up Games (Old)   Dom Jun 14, 2009 8:24 pm

Capítulo 25 – O Duelo Final (Parte I)

SkelS percebe uma perna saindo de trás de uma pedra de mais ou menos cinco metros de altura. Não era bem uma perna, era uma pata. Logo aquela perna sai dali e logo ele olha para um braço, um corpo gigante e uma foice.

Eduriba: O demônio!
SkelS: Não é o demônio, é o Bafomé.

O Bafomé logo pega sua foice, olhando para os guerreiros, tenta atacar Lilith, que desvia.

Lilith: Agora você me provocou, seu monstro!

Lilith pega sua shotgun e atira na perna do Bafomé.

Bafomé: Ah!!!

Bafomé rapidamente pula encima de Lilith, enquanto isso Cazeaje saía de trás de outra pedra.

Cazeaje: Vocês vão morrer!!! Agora!!!
Lethal: Quem vai morrer aqui é você, sua velha!
Snipher: Ah!!!

Snipher e Lethal começam a atacar Cazeaje, enquanto Lilith dava uma surra no Bafomé.

Bafomé: Alguém me ajude aqui!!! Ah!!!

Sweet estava distante dali, observando tudo.

Sweet: Jartex, vá lá e mate aquele Eduriba. A propósito, o exército de porings está atrasado!

Jartex corre em direção ao local enquanto Lilith estava praticamente matando o Bafomé e Lethal e Snipher lutando com Cazeaje. Sem que Sweet perceba, Hibiki aproxima-se dele.

Hibiki: Olá, Sweet.
Sweet: O que!? Ahn?

Sweet imediatamente pega sua arma mas Hibiki chuta sua mão e o faz derrubá-la.

Hibiki: Então? Teremos uma luta mais justa agora?
Sweet: Claro que não...

Sweet pega uma espada, Hibiki pega também.

Hibiki: Então tá.

No local onde Eduriba estava, ele percebe a presença de Jartex e rapidamente esconde-se atrás de uma pedra, Jartex também. Começa o tiroteio. Eduriba que estava com o diamante.

Jartex: Eu estava observando você... Você que está com o diamante! E eu vou pegar!
Eduriba: Por que não vem até aqui pegar?

Enquanto Eduriba e Jartex conversavam, eles ficavam um tentando atirar no outro quando de repente ouviu-se um horrível grito.

Bafomé: Ah!!!

Bafomé havia caído do precipício, na verdade, Lilith o havia empurrado.

Lilith: Prontinho... Ninguém mandou ele se meter com a Lilith...

Voltando a briga de espadas entre Sweet e Hibiki...

Hibiki: Como pode estar nos traindo esse tempo todo?

Sweet tentou atacar Hibiki, mas ele defendeu.

Sweet: Eu não traía vocês... Eu já era um vilão desde pequeno...

Sweet faz um corte no braço de Hibiki, que continua lutando...

Hibiki: Ah!!! Como pude acreditar que éramos amigos!?
Sweet: Eu convenço bem, né?

De repente, ouve-se um barulho... Um exército de porings estavam correndo até o lugar.

Eduriba: Ah meu deus!
Hibiki: O que é isso!?

Hibiki ataca Sweet, que defende.

Sweet: Já estavam demorando...

Capítulo 26 – O Duelo Final (Parte II)

O exército de porings vinha a toda velocidade em direção aos guerreiros.

SkelS: Pelo amor de deus...
MaryanaKawaii: Nossa... Um bando de porings...
Rayan: Que meda...

SkelS, Mary e Rayan tacam granadas, os porings explodem e morrem.

Jartex: Devia ter chamado gente melhor...
Eduriba: Hahaha! Essa foi boa!

Jartex consegue acertar o ombro de Eduriba, que continua atirando.

Eduriba: Ah!!!

Snipher e Lethal continuavam a lutar com Cazeaje, que era muito poderosa.

Cazeaje: Eliminiont...
Snipher: Ah não...
Cazeaje: ...Antarus!

De repente, Snipher e Lethal percebem uma chama em seus corpos, logo aquela chama vira uma chama maior e aumenta cada vez mais.

Snipher: Ah!!! Isso queima!!!
Lethal: Ah!!!

O corpo de Snipher e Lethal estava em chamas, por mais que eles rolassem no chão, as chamas não acabavam, até que em um momento as chamas se apagaram, os dois estavam imóveis no chão.

Lilith: Oh não!

Lilith, Kyou, Mary e Black correm até Snipher e Lethal, elas tocam em seu coração, que não batia mais.

MaryanaKawaii: Ah, não! Eles morreram!
Lilith: Cazeaje, agora você vai ver!
MaryanaKawaii: Vai se arrepender de ter matado nossos amigos!
Kyou: Prontas, garotas?
Black: Claro.

Enquanto isso, Sweet e Hibiki continuavam lutando.

Hibiki: Esse é o seu grande exército?
Sweet: Aquele imbecil do Jartex...

Sweet ataca embaixo, Hibiki defende.

Hibiki: O que vai aparecer agora? Um monte de Texugos?
Sweet: Eu estou ficando com raiva, e você não vai gostar de me ver com raiva!

Hibiki ataca e acerta a perna de Sweet, que continua lutando.

Hibiki: Vai me cortar com sua faquinha de brinquedo, é?
Sweet: Ah... Você vai ver a faquinha de brinquedo.

Lilith, Kyou, Black e Mary pareciam fazer um terrível feitiço.

Lilith: Azarath...
Kyou: Dabinlone...
MaryanaKawaii: Camonber...
Black: Darknosset!

Capítulo 27 – O Duelo Final (Parte III)

As garotas terminam de falar e aparentemente nada acontece.

Cazeaje: Hahaha... Nem acredito que por um momento vocês me deram medo...

O corpo de Cazeaje começa a se dividir, seus dedos se tornam 300 pedaços de pele...

Cazeaje: Ahn? Ah! O que está acontecendo!?

Cazeaje já não tinha mais braços quando seus pés começam a virar cinzas, seu corpo vai aos poucos se dissolvendo, até que Cazeaje vira um mero e simples amontoado de cinzas.

Eduriba: Agora só restam você e o Sweet... Certo, Jartex?

Jartex continuava atirando.

Jartex: Isso é o que você pensa...

Sweet continuava lutando com Hibiki.

Hibiki: E então... Quem mais vai vir lutar agora?
Sweet: Espero que o Jartex tenha chamado mais gente...

Sweet ataca Hibiki, que bloqueia e logo já ataca, mas Sweet defende.

Hibiki: Que bom... Acho que meus amigos querem se divertir um pouco mais...

Passos pesados fazem o chão tremer, todos olham para longe... Pernas gigantes com uma cicatriz de batalha, um sobretudo sobre seu corpo enorme, uma máscara de prata protegendo seu rosto destruído, calça e camisa rasgada, aquele ser não era humano...

Lilith: O... Serial... Killer!!!

O Serial Killer vinha com uma enorme adaga em mãos. Kyou se aproximou para atacar, ele a lançou precipício abaixo.

Lilith: Kyou, não!!!

Kyou era uma grande amiga de Lilith, isso não ficaria assim, eles tinham que matar o Serial Killer.

Lilith: Agora você vai ver!!!

Lilith começou a atirar no Serial Killer, nada acontecia, até que as balas de Lilith acabaram e ela foi correndo para atacá-lo.

Black: Lilith, não!!!

O Serial Killer dá um soco em Lilith que a manda para longe, Lilith bate em uma pedra e desmaia. SkelS estava começando a pensar que estava esquecendo de alguma coisa. E estava mesmo, um pouco distante dali, Lire dava uma surra em Elesis e Arme.

Lire: Caçada Aérea!!!

Lire acerta Elesis, que morre.

Arme: Meteoros!!! Meteoros!!! Meteoros!!!

Lire desvia dos meteoros.

Lire: Dança de Flechas!!!

Lire mata Arme, enquanto isso, SkelS, Rayan, Black e Mary lutavam com o Serial Killer.

SkelS: Morra, Serial Killer!!!
Rayan: Ah!!!

Serial Killer mata Rayan, mas SkelS consegue atacá-lo, Jartex e Eduriba continuavam tentando atirar um no outro.

Jartex: Eduriba...
Eduriba: O que!?
Jartex: Eu tenho uma coisa pra te falar...
Eduriba: Fala logo!

Capítulo 28 – O Duelo Final (Parte IV)

SkelS: Ah!!!

SkelS vai em direção ao Serial Killer com um Montante, Serial Killer lhe dá um soco e lhe lança longe, mas SkelS volta.

SkelS: Você vai se arrepender de ter matado Kyou e Rayan!!!

SkelS travava uma batalha difícil com o Serial Killer, enquanto isso, Hibiki e Sweet continuavam lutando.

Hibiki: Você ainda vai perder essa luta!

Hibiki ataca, Sweet defende.

Sweet: Ah... Não vou não...

Sweet ataca, Hibiki defende, Sweet ataca novamente, novamente Hibiki defende, até que Sweet consegue atacar o braço de Hibiki.

Hibiki: Ah!!!

Sweet corta a mão de Hibiki, Jartex ainda está atirando em Eduriba quando resolve falar algo.

Eduriba: Deixa de enrolar e fala logo!
Jartex: Edu... Eu sou... Seu pai!

Jartex e Eduriba param de atirar, Eduriba levanta-se e vagarosamente começa a andar até Jartex.

Eduriba: Pai... Pensei que você tivesse morrido...

Jartex atira no peito de Eduriba.

Jartex: Hahaha!!! Essa foi boa!!!

Eduriba se sente fraco, ele se ajoelha... Jartex começa a se aproximar de Eduriba para pegar o diamante.

Eduriba: Ah... Cof... Por mais que... Cof... Por mais que você tenha me matado... Cof! Cof! Não vou deixar você ficar com esse diamante... Cof!

Eduriba usa toda a pouca força que ainda tinha em seu corpo para jogar o diamante precipício abaixo.

Jartex: Não!!!

Jartex corre e se atira do precipício com vontade de pegar o diamante. Somente após se atirar ele se dá conta que está caindo numa altura de 4.000 metros... Já era tarde demais. SkelS estava fraco e Serial Killer estava se aproximando dele prestes a matá-lo.

SkelS: Ah! É o fim!

Serial Killer, de repente, cai para frente. Para evitar ser esmagado, SkelS desvia. Lire havia acertado o Serial Killer com muitas flechas em suas costas, ele estava morto.

SkelS: Lire!
Lire: SkelS!

Lire e SkelS correm um em direção ao outro e se beijam, aliviados por aquela batalha ter em fim acabado. Muitos morreram, mas ainda assim, o amor prevaleceu e a vida continua.

Black: Ei! Os dois pombinhos aí...
Lire: Que?
Black: O Edu está ferido! Venham!

Black, Mary, Lire, SkelS e Lilith, que já havia acordado, vão até Eduriba.

MaryanaKawaii: Edu! O que aconteceu?
Eduriba: Eu fui muito ingênuo... Cof! Jartex me enganou e atirou em meu peito... Cof! Cof!
Black: E onde está o diamante?
Eduriba: Eu atirei do precipício... Cof! Cof! Jartex pulou para tentar pegá-lo! Cof! Cof!

Eduriba morre.

SkelS: É... O diamante já era...
Lilith: Pelo menos estamos livres disso...
Lire: E o Jartex morreu.
MaryanaKawaii: Mas e o Sweet!?
Black: Ah não! Ele está lutando com Hibiki!
Lilith: Então o que estamos fazendo aqui? Vamos lá!

Capítulo 29 – O Duelo Final (Parte V)

Sweet encostou sua espada no pescoço de Hibiki.

Sweet: E então, Hibiki, tem alguma coisa a dizer antes de sua morte?
Hibiki: Não. Me mate logo!
Sweet: Ok... Cheque...

Sweet é metralhado pelas costas.

MaryanaKawaii: Mate!

Mary, Lilith, SkelS, Lire e Black haviam matado Sweet e correm em direção a Hibiki.

Hibiki: Valeu pessoal!
SkelS: Pois é... Depois que o Jartex, Cazeaje e o Serial Killer morreram lembramos de você e resolvemos vir ajudar...
Hibiki: Cadê o Edu?

O pessoal fica em silêncio.

Hibiki: Ele... Morreu?

SkelS balança a cabeça.

SkelS: Ele morreu, mas pelo menos, nos livrou do perigo.

Uma lágrima escorre do rosto de Hibiki.

Hibiki: Como assim?
Lire: Ele jogou o diamante precipício abaixo, e Jartex pulou para pegá-lo.
Hibiki: Jartex morreu e estamos sem o diamante...
Lilith: Pelo menos agora nenhum vilão virá atrás da gente por causa disso.

Uma nave se aproxima, sua porta se abre, Inulucas e Oznek pulam de dentro dela.

Inulucas: Se preparem vilões...
Oznek: Nós vamos destruir todos vocês!!!
SkelS: Mas...

Inulucas interrompe SkelS.

Inulucas: Sim, vocês podem não estar vendo eles mas eles estão escondidos.
Oznek: Sorte que estamos preparados para derrotar todos!!!
Lilith: Mas a batalha já acabou...
Inulucas: Ahn?
Lire: Vocês chegaram muito tarde... Já derrotamos todos os vilões...
Oznek: Ah... Nem pudemos usar nossos equipamentos...
SkelS: Enfim... A batalha acabou, o diamante já era e os vilões morreram.
Inulucas: Ok então...
Lire: SkelS, quer casar comigo?
SkelS: Erm... Claro que sim!

SkelS e Lire se abraçam e se beijam.

MaryanaKawaii: Ah... Que momento lindo...
Hibiki: Mary... Quer casar comigo?

Mary dá um chute em Hibiki.

MaryanaKawaii: Folgado...
Hibiki: Ah... Mas eu pensei que...
MaryanaKawaii: Bom, podemos continuar sendo amigos.
Inulucas: Bom, pessoal, melhor irmos entrando na nave e voltarmos para Rune Midgard.
SkelS: Ok, vamos lá.

Capítulo 30 – Um final feliz... Ou não?

Todos estavam no casamento de SkelS e de Lire. A emoção era enorme. Lire entrou com um vestido de noiva muito grande cheio de detalhes, com desenhos de flores vermelhas e detalhes em verde.

Black: Que emoção... Snif...

Black começa a chorar.

Lilith: Ei, Black. Você está chorando?
Black: Não... Snif... Não...

Black fala enquanto limpa o rosto com um lenço. Lire chega do lado de SkelS, ele dá a mão a ela. O padre Inulucas começa a falar e eles vão repetindo.[i/]

Hibiki: Buááááá...
Lilith: Vocês são um bando de... Snif... chorões.
MaryanaKawaii: Snif... Você também está... Snif... Chorando...
Oznek: Snif... É... Contagioso...
Inulucas: E então... Blábláblábláblá... Pode beijar a noiva...

[i]Uma lágrima escorre do rosto de Lire e eles sebeijam, após a cerimônia, começa a festa!

MaryanaKawaii: E então... Lire... Já decidiram onde vão passar a lua de mel?
Lire: Eu e SkelS vamos para a Europa, Barcelona.
Black: Uau...
Lire: Não só vamos passar a lua de mel como vamos nos mudar para lá.
Lilith: Vamos sentir saudades.

Enquanto isso, SkelS conversava com Hibiki e Oznek.

Hibiki: Barcelona?
SkelS: Sim, vamos nos mudar para lá.
Oznek: Boa sorte em seu casamento... Queria aproveitar para dizer que eu também vou me mudar...
SkelS: Pra onde?
Oznek: Vou voltar para a Acrécia... Ficarei lá fazendo uns cursos de tiro.
Hibiki: Então só eu vou ficar aqui...

Lilith, Lire, Mary e Black aproximam-se deles.

MaryanaKawaii: Eu também vou.
Lilith: Eu também.
Black: Eu não... Vou ir para nifhein treinar minhas habilidades.
Hibiki: Então vai sobrar só eu, a Mary e a Lilith?
Lilith: Sim... Mwahahaha... Vai ser legal...
MaryanaKawaii: Podemos fazer umas brincadeirinhas... Lilith...
Lilith: Sim?
MaryanaKawaii: Trouxe a motosserra?
Hibiki: Ah!!!
MaryanaKawaii: O que houve, eu só ia coçar as suas costas... Afinal, sou sua amiga...
Hibiki: Não precisa não...
Lilith: Eu estava pensando em uma coisa...
Hibiki: O que?
Lilith: Eu achei super divertido essa matança que houve ontem... E se a gente formasse uma espécie de esquadrão anti-vilões?
MaryanaKawaii: Boa idéia... Podemos usar a motosserra... Você topa, Hibiki?

Mary olha para Hibiki com cara de zangada.

Hibiki: Eu tenho escolha?
Lilith: Não.
Hibiki: Então eu topo.
MaryanaKawaii: Ótimo! Se chamará... Erm... Se chamará...
Lilith: Depois a gente pensa em um nome...

Enquanto isso, acontecia o que ninguém esperava, no precipício de Asgard, onde havia caído Jartex, viu-se uma mão. Logo essa mão, que está se segurando no chão, puxa o resto do corpo, a outra mão, que está segurando um diamante, aparece. Logo aquela pessoa se levanta.

Jartex: Consegui!!! Enfim, o Diamante Luggin é meu!!!

FIM (ou será que não?)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://redacaodigital.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Guerra Interna dos Jogos da Level Up Games (Old)   Hoje à(s) 9:04 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Guerra Interna dos Jogos da Level Up Games (Old)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Salão de Jogos
» [Comentários]Torneio de Fotos Especial de Aniversário Guerra Galatica - Hyoga vs Ichi
» [Resultado]Torneio de Fotos Especial de Aniversário Guerra Galatica - Seiya Vs Geki
» [Resultado]Torneio de Fotos Especial de Aniversário Guerra Galatica - Hyoga Vs Ichi
» [Comentários]Torneio de Fotos Especial de Aniversário Guerra Galatica - Ikki Vs Nachi

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Redação Digital :: Redação :: Textos Dramáticos-
Ir para: